Pular para o conteúdo principal

Dica de Blogueira #7 - Parcerias


          Quem acompanha grandes blogs já percebeu que todos eles tem parcerias com outros blogs, lojas, empresas, marcas e etc. E pequenos blogs que acabaram de começar, que ainda nem tem leitores de verdade, que realmente acompanham seu "trabalho" já querem conseguir parcerias só para ganhar coisas. Não é bem assim que funciona. Saibam que PARCERIA é uma troca, você deve ter algo para oferecer em troca dos "presentes".

          Para conseguir a parceria você deve ter algo que faça com que determinada loja/marca queira você como um parceiro.
          Mas o que eu devo ter afinal? Primeiramente, um bom número de leitores/fãs que te acompanhem diariamente. As empresas estão de olho nessas pessoas que te acompanham, que gostam de você e do que você faz. Você deve de algum modo "levar" estar pessoas até seus parceiros, e seus parceiros em troca, podem levar até você novos leitores, os brindes/produtos/presentes que irão te ajudar no seu trabalho com o blog, gerando novos post/novos vídeos, e por tanto mais visualizações. Uma boa parceria traz benefícios para ambos os lados, é trabalhar em conjunto.
          A parceria com outros blogs, geralmente envolve apenas divulgação, troca de banners e mencionar os parceiros para que possa acontecer uma "junção" de público. Por exemplo, o blog 1 tem um público, e o blog 2 tem um outro público, os dois blogs, tem um conteúdo parecido e um número de visitas/leitores, também parecido, então, havendo uma parceria entre estes dois blogs, aumentarão as visualizações de ambos já que boa parte dos leitores do blog 1 poderá passar a ler também do blog 2 e vice-versa.
          Você também pode ter parceria eventuais, por exemplo, você pode vez ou outra convidar alguém de outro blog para trocar postagens. Você irá fazer um post para outro blog e este blog fará um post para o seu, assim você estará divulgando seu trabalho neste outro blog e este outros blog, é claro, está fazendo o mesmo.
          Além de divulgar seu trabalho, uma parceria pode também lhe render alguns lucros com programas de afiliados de algumas lojas online. Você irá divulgar essa loja com uma certa frequência em suas redes sociais, além de mandar um banner em seu blog e cada vez que alguém efetuar uma compra porque você indicou, ou então, usaram seu cupom de desconto, você receberá uma comissão, uma pequena porcentagem do valor das compras de cada cliente.

          Avalie seu próprio blog e veja se você está apto para fazer uma parceria de sucesso. Até porque, uma mão lava a outra.

Leia também:
Dica de Blogueira #1 - O conteúdo
Dica de Blogueira #2 - O nome do blog
Dica de Blogueira #3 - O layout
Dica de Blogueira #4 - Organização
Dica de Blogueira #5 - Divulgação
Dica de Blogueira #6 - Domínio Próprio
Dica de Blogueira #8 - Imagens do blog
Dica de Blogueira #9 - Colaboradores


Beijinhos ;*

Comentários

  1. adorei as dicas! Super importantes!

    www.fashionworldbykaren.com

    ResponderExcluir
  2. O meu blog tem uma parceria mas ela colabora no blog, acho justo assim!
    www.falareh.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro, justíssimo. Afinal, não é vantagem nenhuma simplesmente jogar um banner lá e depois não acontecer mais nada, não é verdade?! =)

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Reconstrução capilar com queratina líquida - Keramax

Neste post, trago para vocês uma resenha, da queratina líquida da Keramax. É uma carga máxima de queratina para cabelos fragilizados, com geleia real, queratina e creatina. Hidratação, maciez e brilho intenso.
      Custa por volta de R$15,00. Não tenho muita certeza mas acho que na minha eu paguei uns 16 ou 18(eu tive a infeliz ideia de tirar o preço).
      É uma carga máxima de queratina para cabelos fragilizados, com geleia real, queratina e creatina. Hidratação, maciez e brilho intenso.
      A carga máxima de queratina recupera cabelos danificados por químicas, como tinturas e alisamentos, e processos naturais, como exposição ao sol, chuva e vento. Meu cabelo está ainda bastante destruído, já que eu faço tudo em casa(descoloração, coloração, corte...). Então no mês passado(ou retrasado, já nem me lembro mais) eu comprei este produto e já utilizei cerca de 3 vezes, além de colocar um pouco no shampoo e cremes para pentear.
      Já melhorou meu cabelo, infelizmente não dá …

Meu novo cabelo(verde)!

Sim, finalmente vou falar sobre meu cabelo verde! Hahaha. Bom, a primeira coisa que vou dizer é: SIM! Precisa descolorir. Ainda tem muita gente que pensa que basta passar a tinta fantasia e pronto. Não gente, precisa descolorir, à menos que seu cabelo seja naturalmente loiro claro, aí sim você não precisa descolorir, é claro!
          Eu queria deixar meu cabelo bem verdinho, porém, decidi não fazer mais descolorações porque meu cabelo já estava bem denotado(e já esteve pior), já fiz muita coisa no meu cabelo. Vejam só:
De 2010 até agora(maio/2014), eu já deixei meu cabelo cor de mel, cerca de 3 ou 4 meses depois pintei de preto azulado. Cinco meses depois fiz um alisamento. Depois de mais 4 meses descolori novamente, e fiz a besteira de fazer mais de uma descoloração no mesmo dia. Cerca de dois meses depois pintei de castanho tentando amenizar os estragos, depois de alguns meses fiz duas mechas roxas no cabelo com violeta genciana. Decidi então deixar meu cabelo em paz por…

Blythe Dolls

A Blythe Doll, é uma boneca que surgiu nos anos 70, porém, assustava um pouco as crianças. Por esse motivo, saiu de linha um ano após o lançamento. Em 1997, a jornalista Gina Garan ganhou uma boneca Blythe de presente e passou a fotografá-la em todos os lugares, dando assim inspiração ao seu livro "This is Blythe" (Esta é a Blythe). Em 1999, ela foi introduzida à Junko CWC Wong pelo artista e ilustrador, Jeffrey Fulvimari. Ainda naquele ano, a Hasbro deu à Takara, empresa japonesa, uma licença para produzir uma nova edição da boneca Blythe, a NEO (nova) Blythe. A Blythe foi usada em uma campanha publicitária de televisão por Parco, o ramo de moda da Seibu Department Stores no Japão e foi um sucesso instantâneo. O sucesso no Japão levou a Hasbro a dar uma licença à Ashton Drake Galleries (ADG) em 2004, para produzir Blythes nos Estados Unidos por um preço mais "em conta".
Há dois tamanhos de bonecas Blythe: a 28 cm (escala 1/6th) de tamanho natural, e as de 11,2 cen…